Quarta-feira, 10 de Junho de 2009

Horas



 

 

A esta hora
os pássaros
despertaram
encetando
o voo matinal
entre raios de sol
que se abrigam

nas nuvens da vida.

A esta hora
o mar ondulou
na areia fina
entre os pés
da solidão.

A esta hora,
que não é a de todas
as perfeições,
as pedras
gritaram
as ausências
sentidas.

 

 

Imagem de Fefa Koroleva

tags:
publicado por Menina Marota às 11:00
| comentar | Acompanhe-me
|

Sensibilidades...

Regresso

uma parte de mim

Sentidos

Bom Dia!

Sereinement...

Voláteis gaivotas

A hora do encanto...

Ouro negro

Amanheço-me

Poema sem nome

Pés na Areia

Reciclagem

Fragile

Sons diáfanos...

O vento da utopia

Momentos meus...

Rota da vida

Vida

O vento e o tempo.

Talvez

Bom Dia!

Sons do vento

Dizem

Olhos de Vida

Sentires

Oceano dos sentidos

Dádivas de amor

Sentires...

Da minha janela

Bom dia...

Almas Pretéritas

A minha alma anda aqui...