Sexta-feira, 20 de Agosto de 2010

Viajar no Sonho

 
Pintura de Vicente Romero

 

Impossível viajar no sonho
e dele não viver o momento
inteiramente sequioso de ousadia.

 

Corpo trémulo de magia
que escorre em mãos
liquefeitas de ternuras
tímidas
arrojadas
permissivas.

No viajar da memória
corpos jorram mel
em lábios que se unem
e se desnudam
loucos, sôfregos
na fantasia do sentir.

Num toque de pele
gemendo
arrebatada
de desejos
inconfessáveis
um grito
que antefrui
o momento culminante
que se adivinha.

 

E no sonho, qual quimera
que se transmuta,
prosseguem os sentidos
da Vida.

 

 

(8.Dezembro.2008)

tags:
publicado por Menina Marota às 18:30
| comentar | Acompanhe-me
|

Sensibilidades...

Regresso

uma parte de mim

Sentidos

Bom Dia!

Sereinement...

Voláteis gaivotas

A hora do encanto...

Ouro negro

Amanheço-me

Poema sem nome

Pés na Areia

Reciclagem

Fragile

Sons diáfanos...

O vento da utopia

Momentos meus...

Rota da vida

Vida

O vento e o tempo.

Talvez

Bom Dia!

Sons do vento

Dizem

Olhos de Vida

Sentires

Oceano dos sentidos

Dádivas de amor

Sentires...

Da minha janela

Bom dia...

Almas Pretéritas

A minha alma anda aqui...