Sexta-feira, 18 de Dezembro de 2009

Porque é Natal!



É Natal
diz-me o coração.

E nestes dias de frio
Natal é aconchego
amor, fraternidade
solidariedade.

Até quando é Natal?

Nos meus olhos
interrogam-se dúvidas.
O coração vibrante de quente
esquece por momentos
fomes dolorosas
batalhas perdidas
amigos ausentes
palavras amargas
crianças feridas.

Por momentos tudo é perfeito.
As luzes brilham numa música suave.

Ao longe, faz-se ouvir o cristalino riso
de uma criança que desconhece o fel da vida.

Riso que entoa,

e cruza o frio de neve,
derrete-a.

Por momentos, só por momentos,
o olhar do Menino Jesus sorri,
deitado nas palhinhas olhando a Virgem Mãe,
que, ternamente, de joelhos, proclama
o seu Nascimento.

É Natal!



 

A todos desejo um Natal muito Feliz no aconchego dos afectos que possuem.

Até ao próximo...
 
 
 
tags: ,
publicado por Menina Marota às 21:30
| comentar | Acompanhe-me
|

Sensibilidades...

Regresso

uma parte de mim

Sentidos

Bom Dia!

Sereinement...

Voláteis gaivotas

A hora do encanto...

Ouro negro

Amanheço-me

Poema sem nome

Pés na Areia

Reciclagem

Fragile

Sons diáfanos...

O vento da utopia

Momentos meus...

Rota da vida

Vida

O vento e o tempo.

Talvez

Bom Dia!

Sons do vento

Dizem

Olhos de Vida

Sentires

Oceano dos sentidos

Dádivas de amor

Sentires...

Da minha janela

Bom dia...

Almas Pretéritas

A minha alma anda aqui...