Quinta-feira, 20 de Outubro de 2011

Bom dia...

Imagem de National Geographic

 

 

Paira no ar
o canto dos pássaros
sobrevoando
verdejantes ramos
partilhado no calor
dos sentidos.


É nesta hora
que a ternura
da Amizade
ressalta o poema
vivido.

publicado por Menina Marota às 09:45
| comentar | Acompanhe-me
|
:
De garatujando a 20 de Outubro de 2011 às 17:16
Admirável poema este, a um tempo breve e expressivo que nos deixa sem saber que mais admirar:
se a capacidade de síntese da autora, se a sua subtil intencionalidade quando refere o canto dos pássaros “partilhado no calor dos sentidos”.
A Poesia expressa-se aqui com a bucólica simplicidade usada pelos nossos românticos, e enfatiza a Amizade, sentimento que, vivido num clima de sonho e fantasia, pode levar a todos os devaneios.
Parabéns à autora com o abraço de sempre
Carlos Ferreira
De A.S. a 29 de Outubro de 2011 às 16:06
Ternura, amizade... enquanto o trinar dos pássaros canta saudade!...

Abraços!!!
AL

Comentar

Sensibilidades...

Regresso

uma parte de mim

Sentidos

Bom Dia!

Sereinement...

Voláteis gaivotas

A hora do encanto...

Ouro negro

Amanheço-me

Poema sem nome

Pés na Areia

Reciclagem

Fragile

Sons diáfanos...

O vento da utopia

Momentos meus...

Rota da vida

Vida

O vento e o tempo.

Talvez

Bom Dia!

Sons do vento

Dizem

Olhos de Vida

Sentires

Oceano dos sentidos

Dádivas de amor

Sentires...

Da minha janela

Bom dia...

Almas Pretéritas

A minha alma anda aqui...