Sexta-feira, 9 de Março de 2012

Sentires

Pintura de Henry Asencio, poema de Otília Martel (Menina Marota)

Imagem: Pintura de Henry Asencio
Texto: Otília Martel (Menina Marota)
tags:
publicado por Menina Marota às 19:00
| comentar | Acompanhe-me
|
:
De A.S. a 17 de Março de 2012 às 21:14
Tu... o sonho... a poesia!...
A perfeita trilogia!


O meu abraço,
AL
De Nilson Barcelli a 28 de Março de 2012 às 19:54
Excelente poema. Gostei imenso, como sempre.
És uma poeta madura, afinal...
Beijo, querida amiga.

Comentar

Sensibilidades...

Regresso

uma parte de mim

Sentidos

Bom Dia!

Sereinement...

Voláteis gaivotas

A hora do encanto...

Ouro negro

Amanheço-me

Poema sem nome

Pés na Areia

Reciclagem

Fragile

Sons diáfanos...

O vento da utopia

Momentos meus...

Rota da vida

Vida

O vento e o tempo.

Talvez

Bom Dia!

Sons do vento

Dizem

Olhos de Vida

Sentires

Oceano dos sentidos

Dádivas de amor

Sentires...

Da minha janela

Bom dia...

Almas Pretéritas

A minha alma anda aqui...