:
De A.S. a 17 de Abril de 2012 às 20:52
Dizem... que se perseguem palavras aladas como murmúrios de amor!...


Abraço!
AL
De Menina Marota a 16 de Junho de 2012 às 12:07
Um abraço, AL e grata pela tua sempre tão amável presença.
Bom fim de semana :-)
De J.Amorim a 20 de Abril de 2012 às 17:19
Cada qual lê a poesia à sua maneira. Conforme o sentido que lhe dá. Ou o interesse que o move
De Menina Marota a 16 de Junho de 2012 às 12:05
Ler poesia não é comparável à leitura de um jornal ou revista cor de rosa.
Ler poesia é senti-la na alma, rever-se a cada letra no sentimento de quem a escreveu.
Saber interpretar poesia é ir ao fundo da alma do poeta e, através da própria sensibilidade, sentir a corrente do sentimento que gerou cada estrofe...

De José Amorim a 18 de Junho de 2012 às 18:33
Prezada poeta
o leitor pode, contudo, não se rever “a cada letra no sentimento de quem escreveu.” o poema.
Depende do sentido que ele próprio dê àquilo que leu.
Sem prejuízo da qualidade – que não discuto - penso que a sua poesia não é tão linear assim.
Quem escreve para o público tem que aceitar o juízo de cada um, independentemente do que pensa quem escreve.
J.Amorim

Comentar