Sábado, 25 de Maio de 2013

Rota da vida



Desço ao rio mais profundo do meu sentir.
Banho-me 
na água das lágrimas 
que transformei em estrelas.

Pés descalços
na pedra fria 
calor de beijo
que aquece minhas veias.

Flocos de neve
que o sol derrete
na música que toca
meu coração.

Ouso
enfrentar tempestades.
Multidão de sentimentos
que se aninham 
no meu pensamento.

Liberto-me.
Sigo a rota da vida. 

 

 

Poema escrito ao som de um tema dos Nightwish

publicado por Menina Marota às 18:45
| comentar | Acompanhe-me
|

Sensibilidades...

Regresso

uma parte de mim

Sentidos

Bom Dia!

Sereinement...

Voláteis gaivotas

A hora do encanto...

Ouro negro

Amanheço-me

Poema sem nome

Pés na Areia

Reciclagem

Fragile

Sons diáfanos...

O vento da utopia

Momentos meus...

Rota da vida

Vida

O vento e o tempo.

Talvez

Bom Dia!

Sons do vento

Dizem

Olhos de Vida

Sentires

Oceano dos sentidos

Dádivas de amor

Sentires...

Da minha janela

Bom dia...

Almas Pretéritas

A minha alma anda aqui...