Sexta-feira, 4 de Junho de 2010

Não sei

Imagem autor desconhecido

 

 

 

Não sei dizer-te,
se o rio corre para o mar
se a ponte encurta o caminho
se o mar está em maré-vaza.

Não sei dizer-te, amor,
se amor é a palavra certa
para te dizer,
se o meu coração parou

ou o tempo parou para nós.

A textura da tua pele
sente o arrepio
que diz a sede
da tua boca,
o orgasmo falhado dos
sentidos,
a fome que no teu
corpo espreita?

Não sei dizer-te
se o medo de perder-te
te fez perder-me,
se os beijos que guardei para ti
já no tempo os perdi,
se foi a saudade que nos matou

ou matámos a saudade

dentro de nós.


Não sei dizer-te
Não sei…

tags:
publicado por Menina Marota às 01:10
| comentar | Acompanhe-me
|

Sensibilidades...

Regresso

uma parte de mim

Sentidos

Bom Dia!

Sereinement...

Voláteis gaivotas

A hora do encanto...

Ouro negro

Amanheço-me

Poema sem nome

Pés na Areia

Reciclagem

Fragile

Sons diáfanos...

O vento da utopia

Momentos meus...

Rota da vida

Vida

O vento e o tempo.

Talvez

Bom Dia!

Sons do vento

Dizem

Olhos de Vida

Sentires

Oceano dos sentidos

Dádivas de amor

Sentires...

Da minha janela

Bom dia...

Almas Pretéritas

A minha alma anda aqui...