Quarta-feira, 3 de Junho de 2015

Bom Dia!

Acordar com a manhã a levantar-se.
Os pássaros, ainda nos ninhos, chilreiam como crianças soltas em parque público.
O bater das portas dos primeiros carros a sair do estacionamento.
O sol, ainda coberto de nuvens, tenta despontar os seus raios por cima da copa das árvores.
O cheiro da terra, ainda húmida do orvalho da noite, inunda o ar.
Um cheiro adocicado, das flores ainda fechadas, espalha-se e entra pela janela aberta.
É a hora de todos os acordares.
É a hora em que se desponta para todos os sonhos.
É hora de sentirmos a Vida.

 

da minha janela

 A paisagem que avisto ao acordar, do terraço do meu quarto.

publicado por Menina Marota às 14:47
| comentar | Acompanhe-me
|
:
De A.S. a 1 de Julho de 2015 às 13:51
Oh! My God!... da janela do teu quarto avistas um lugar fascinante... quiçá a origem de todos os sonhos!...

Um beijo!...
AL

Comentar

Sensibilidades...

Regresso

uma parte de mim

Sentidos

Bom Dia!

Sereinement...

Voláteis gaivotas

A hora do encanto...

Ouro negro

Amanheço-me

Poema sem nome

Pés na Areia

Reciclagem

Fragile

Sons diáfanos...

O vento da utopia

Momentos meus...

Rota da vida

Vida

O vento e o tempo.

Talvez

Bom Dia!

Sons do vento

Dizem

Olhos de Vida

Sentires

Oceano dos sentidos

Dádivas de amor

Sentires...

Da minha janela

Bom dia...

Almas Pretéritas

A minha alma anda aqui...