Quinta-feira, 31 de Março de 2016

Regresso

 

gaivotas

 

Regresso
ao paraíso dos meus sonhos,
na calma amena das tardes no parque.

Regresso
às palavras fugidias
ao poema oculto na areia.

Regresso
ao sonho dos sonhos
clarividência de minha alma.

Regresso
ao alter-ego da minha alma

 

 

publicado por Menina Marota às 11:14
| comentar | Acompanhe-me (1)
|

Sensibilidades...

Regresso

uma parte de mim

Sentidos

Bom Dia!

Sereinement...

Voláteis gaivotas

A hora do encanto...

Ouro negro

Amanheço-me

Poema sem nome

Pés na Areia

Reciclagem

Fragile

Sons diáfanos...

O vento da utopia

Momentos meus...

Rota da vida

Vida

O vento e o tempo.

Talvez

Bom Dia!

Sons do vento

Dizem

Olhos de Vida

Sentires

Oceano dos sentidos

Dádivas de amor

Sentires...

Da minha janela

Bom dia...

Almas Pretéritas

A minha alma anda aqui...