Terça-feira, 25 de Junho de 2013

Sons diáfanos...

 

Sopra uma ligeira brisa que, como uma onda, faz mexer os cortinados da casa.
O aroma das orquídeas, na janela, casa com a doce fragrância que invade a sala,  
trazida do mar no bico dos pássaros que, em deleite, gozam o fresco do fim de tarde esvoaçando num bailado rítmico que enche a alma de paz.
O sol, que já não se avista, deixou um rasto cor de fogo antes de se refrescar no mar.
É a hora da natureza se recolher nos seus sons diáfanos.
É a hora dos apaixonados sentirem o primeiro beijo da noite.
É a hora de todas as ternuras:
mães a embalarem os filhos,  
pássaros a regressarem aos ninhos
e o amor acontecer.

Anoiteceu!




... boa noite.

 

 (desligar a música de fundo, p.f. para ouvir o vídeo)

publicado por Menina Marota às 23:03
| comentar | Acompanhe-me
|

Sensibilidades...

Sons diáfanos...

Almas Pretéritas

A minha alma anda aqui...