Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alma Minha...

Arquivo de sonhos e memórias.

Alma Minha...

Arquivo de sonhos e memórias.

02
Jan19

ESPAÇO SIDERAL

 Visão de Giordano Bruno

 

Um dia
somos crianças,
irreverentes,
audazes, corajosas.
Um dia
descobrimos,
a real virtude do mundo,
ou a irrealidade das coisas
que o compõem.
E o sonho?
Onde fica o sonho
de tudo o que esperamos?
E a dor
de tudo o que perdemos?
Do que sentimos?
Importa?
Sorrimos para a dor.
Quem a vê?
Quem a sente no nosso íntimo?
Inolvidável a cicatriz aumenta.
Uma a uma.
Invisível.
A vida continua.
No espaço sideral
nada se perde.
Tudo se recria e permanece.
Ontem que já é hoje.
A infância lá longe
curva-se ao instante que
antecede o amanhã.
Somos o tempo.
A roda gira
e, nela,
todos nós.