Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alma Minha...

Arquivo de sonhos e memórias.

Alma Minha...

Arquivo de sonhos e memórias.

15
Fev19

Um dia

Otília Martel

autor desconhecido

O sol arrastou-me para o mar. O vento fez-me deslizar na areia ainda húmida. O pensamento voou em memórias eternizadas conjugadas na dança das gaivotas que, solenes, ondulavam na crista das ondas.

A música que embala meus sentidos evoca momentos e locais.
E deixo-me levar

Um dia voltarei
à casa da minha infância,
cenário de princesas e cavaleiros,
que a minha memória perpetua.

Um dia
alguém tocará o piano
que geme a angústia
do desaparecimento
dos dedos que o acarinhavam,
invariavelmente de
Schumann a Boulez,
enquanto meus olhos
os seguiam amorosamente.

Um dia
as janelas abrir-se-ão
deixando entrar
o sol da minha emoção;
sorrirei para as
rugas do meu rosto
fecharei o espelho
da minha memória
e deixarei a casa partir.

Um dia…